Exposição sobre cultura underground chega ao ABC


Credito: Camila Vech


A Casa da Palavra, em Santo André, recebe a exposição individual “100 rostos do underground – Um Estudo das Cenas”, da artista Prila Maria. A mostra agrega 50 retratos inéditos de protagonistas da cena independente, em especial do Grande ABC, e outras 50 obras já conhecidas pelo público da capital, mas que chegam pela primeira vez à região.

Com retratos de nomes conhecidos do cenário da arte independente, a série contempla rostos de pioneiros ou de protagonistas do graffiti, da escrita de rua, da música, do hip hop e do skate, que construíram e vêm construindo a cena independente de São Paulo e do Grande ABC, muitos destes reconhecidos internacionalmente.

Marcada pela diversidade, além de artistas de rua, a série conta com rostos de ativistas, como uma das lideranças do movimento negro Douglas Belchior, da deputada estadual de São Paulo Mônica Seixas, da atriz e apresentadora trans Leona Jhovs, assim como de Elaine Bortolanza, idealizadora do projeto Daspu, voltado ao acolhimento, respeito e valorização de prostitutas.

O público poderá saber mais sobre cada artista pintado por Prila a partir de um QR Code nas obras que, em contato com a câmera do celular, direcionará o visitante para a conta de Instagram do retratado. A produção é do artista multimídia Diego Honório, também retratado para a mostra e dono da assinatura KPOT. A exposição é gratuita e fica em cartaz até 04 de novembro.

Serviço

Exposição “100 rostos do underground – Um Estudo das Cenas”

Artista Prila Maria

Abertura – 04 de outubro, às 20h

Visitação – 05 de outubro a 04 novembro

Horário – De segunda, das 8h às 17h. Terça a sexta, das 9h às 22h. Sábados, 08 às 17h.

Entrada gratuita

Endereço:  Casa da Palavra – Praça do Carmo nº 171 – Centro de Santo André

www.instagram.com/prila.maria

Andréia Bueno

Andréia Bueno

Apaixonada pelas artes em geral, ama registrar cada instante, seja no trabalho ou durante viagens. Já realizou entrevistas com artistas nacionais e internacionais para o Acesso Cultural. Adora conhecer novos lugares e culturas, tendo viajado por 14 países entre o continente europeu, africano e americano.

Facebook Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *