Adoráveis Mulheres, uma história atemporal que vale a pena conferir


Créditos: Sony Pictures


Estreou na última quinta-feira, 09, um dos filmes mais esperados de 2020: Adoráveis Mulheres. Baseado na obra literária “Little Women”, da norte-americana Louisa May Alcott, publicado originalmente em 1868, a trama narra a história das irmãs March e como elas enfrentam os desafios em busca de seus sonhos.

Com uma impecável e sem dúvidas uma das grandes atrizes da nova geração, Saiorse Ronan interpreta a indomável Jo March, uma garota que vai contra tudo que é imposto para uma mulher naquela época. Muito inteligente, abomina o casamento e sonha em ser escritora, mas não de histórias românticas ou convencionais, a personagem gosta de escrever história de aventuras, mistérios e terror. Ela mora no campo com suas três irmãs e sua mãe, e luta para sobreviver enquanto seu pai está na Guerra Civil.

Emma Watson vive a doce Meg, a irmã mais velha. Cúmplice de Jo, sempre está ao lado da irmã em tudo e tenta manter a harmonia da família. Se apaixona pelo professor John, com quem casa e tem dois filhos. A relação do casal se abala um pouco devido a situação financeira precária.

Amy (Florence Pugh) sonha em ser uma grande pintora. Muda-se para Paris ao lado da tia March, magistralmente interpretada por Mery Streep, e mantém uma paixão por Laurie (Timothée Chalamet), que ama Jo.

A doce Beth, vivida por Eliza Scanlen, é a irmã mais tímida. Adora tocar piano e é considerada a melhor da família.

Créditos: Sony Pictures

Essas irmãs, com personalidades tão diferentes se unem e se ajudam através do amor que sentem uma pela outra para conseguir vencer todos os desafios e seguir seus sonhos, sejam eles quais forem. A direção de Greta Gerwig (diretora de Lady Bird), traz uma nova leitura para esta que é a sétima versão cinematográfica, sendo a mais conhecida a de 1994 protagonizada por Winona Rider. A diretora foca em uma trama não linear, com focos na fase adulta das personagens, mas com algumas passagens da adolescência para manter o público ciente da transformações que a vida impõe na vida de cada uma. O figurino, essencial, acompanha todas as mudanças das personagens e os diálogos, que apesar de ter mais de um século de existência, é tão atual e pertinente na situação que a sociedade se encontra hoje, na luta que mulheres ainda precisão mostrar que podem ser sim o que quiserem e tem competência pra isso. É impossível sair do cinema não amando e torcendo por cada uma, com cada escolha que fizeram e com o amor que sentem uma pela outra. É emocionante, inspirador!

A obra “Little Women” (Mulherzinhas) já foi traduzido em 55 línguas e no Brasil está sendo distribuído pelo selo da editora Planeta. Vale muito a pena conferir!

Confira o trailer:

Leina Mara

Leina Mara

Formada em Letras na Universidade Federal do Ceará, apaixonada por cultura italiana, tv, teatro e música. Valoriza as pequenas coisas, momentos com os amigos e sonha em viajar pelo mundo.

55 respostas para “Adoráveis Mulheres, uma história atemporal que vale a pena conferir”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *