CCBB apresenta tour virtual de mostra da artista japonesa Chiharu Shiota


Créditos: Divulgação


Enquanto o espaço físico do Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília está fechado em função da pandemia do Covid-19, o público pode conferir por meio de tours virtuais no Instagram (@ccbbbrasilia) e no Facebook a exposição Linhas da Vida, retrospectiva e itinerante da artista japonesa Chiharu Shiota. Com curadoria de Tereza de Arruda e produção da Base7 Projetos Culturais, a mostra reúne trabalhos de diferentes momentos da trajetória de Shiota até uma instalação inédita, inspirada no povo brasileiro.

Para além das mídias sociais, o público pode conferir a exposição por meio de um aplicativo disponível pela 20Dash na Play Store e Apple Store. Para fazer o download, basta procurar pelo nome da artista – Chiharu Shiota – e acessar vídeos, fotografias e textos. O app também oferece conteúdo em libras e audioguia.

A ação digital traz, ainda, série em vídeo de comentários da curadora acerca da obra de Shiota. “Há certos motivos que acompanham Chiharu Shiota por toda sua carreira e surgem paralelamente em sua produção, a exemplo de objetos pessoais como chaves, vestuário, cartas, mobiliário e, ainda, elementos ícones da transitoriedade, como barcos“, explica Tereza de Arruda. “Fotografias, vídeos, desenhos, gravuras e objetos foram selecionados meticulosamente para uma imersão no universo de Chiharu Shiota“, completa.

Conhecida principalmente por seus trabalhos site-specific em grande escala, frequentemente compostos por emaranhados de linhas, Shiota é autora de uma obra multidisciplinar, realizada em suportes diversos: são instalações, performances, fotografias e pinturas.

linhas-da-vida
Créditos: Divulgação

Nascida em Osaka e radicada há 23 anos em Berlim, Shiota iniciou sua carreira artística em 1994 ainda quando estudante, tomando a pintura como principal suporte. Todavia, logo descobriu que o espaço bidimensional era limitado para seu processo criativo e expandiu para as outras linguagens. Linhas da Vida reúne cerca de 70 obras que datam desde o início de sua produção artística aos dias atuais. Organizada em cinco núcleos, a exposição é um convite de Shiota para que o visitante faça reflexões sobre a vida, seu propósito, conexões e memória. “Quero unir as pessoas no Brasil, não importando sua origem, status social, formação educacional, nacionalidade ou qualquer outro fator divisor. Como humanos, devemos vir juntos e questionar o nosso propósito na vida e por que aqui estamos“, afirma a artista.

Quer saber mais sobre Exposições? Clique aqui!

Rodrigo Bueno

Rodrigo Bueno

Fotógrafo formado pela Escola de Fotografia Foto Conceito, já cobriu cerca de 2 mil shows nacionais e internacionais, além de eventos exclusivos como coletivas de imprensa e pré-estreias. Também é Executivo de Negócios, Jornalista, Web Design, Criador e editor de conteúdo de redes sociais.

Facebook Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *