Exposição ‘Fauna e Flora Brasileiras’ apresenta litografias com aves amazônicas


Créditos: Divulgação


No próximo dia 5 de Junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, será aberta em Taubaté, no Via Vale Garden Shopping, a exposição “Fauna e Flora Brasileiras“.

A mostra tem, na sala Fauna, 48 pranchas em metacrilato com as 337 espécies de aves amazônicas catalogadas pelo zoólogo e cientista suíço Emílio Goeldi durante o período em que dirigiu o antigo Museu Paraense de História Natural e Etnografia, posteriormente denominado Museu Paraense Emilio Goeldi, em sua homenagem.

No sala Flora estão 22 xilogravuras coloridas com a temática de flores brasileiras, obras realizadas por Oswaldo Goeldi (1895-1961), filho de Emílio Goeldi, considerado o mais influente gravador brasileiro.

Complementarmente, em uma das três salas da mostra estará sendo exibido um vídeo sobre aves brasileiras, com acessibilidade de áudio e descrição em libras. Além disso, o público poderá conhecer um pouco da vida e da história de Emílio Goeldi, destemido naturalista suíço que se deslocou para a Amazônia com esposa e seis filhos com o intuito de perseguir um sonho: pesquisar as espécies brasileiras e a Amazônia, região com uma das mais ricas representações ornitológicas do mundo.

Para enriquecimento da experiência, os visitantes da exposição poderão usar a tecnologia de Realidade Aumentada, fazendo com que as obras ganhem vida – as aves, por exemplo, poderão ser vistas em movimento.

Todos os visitantes receberão um catálogo impresso e terão acesso também a um aplicativo de celular especialmente desenvolvido pelo Projeto Goeldi. A aplicativo poderá ser acessado posteriormente, prolongando para o visitante a vivência da exposição.

A curadoria da exposição é de Lani Goeldi, sobrinha-neta de Oswaldo Goeldi. A proposta, diz ela, é “unir, em uma proposta inédita, os trabalhos de pai e filho retratando de forma ímpar nossa biodiversidade, destacando a fauna e a flora brasileiras e a temática da preservação ambiental“.

Pela primeira vez – O naturalista e zoólogo suíço-alemão Emílio Augusto Goeldi (1859-1917), chegou ao Brasil aos 21 anos. Veio a convite do Museu Imperial, sendo nomeado subdiretor da Seção de Zoologia. Permaneceu no Museu por cinco anos, publicando diversos trabalhos de pesquisa e artigos sobre temas variados, com destaque para estudos de répteis, insetos, aracnídeos, mamíferos e aves. Em 1893, a convite do governador do Pará, assumiu a direção do Museu Paraense de História Natural e Etnografia – que em 1900, em sua homenagem, teve o nome mudado para Museu Paraense Emílio Goeldi –, com a missão de o transformar em um grande centro de pesquisa sobre a região amazônica. Permaneceu à frente do Museu até 1907, desenvolvendo ali um trabalho fundamental. Grande parte da Amazônia foi por ele visitada, com a realização de intensivas coletas para formar as primeiras coleções zoológicas, botânicas, geológicas e etnográficas.

Goeldi contratou para o Museu o fotógrafo, desenhista e litógrafo alemão Ernst Lohse. Profundo conhecedor do ambiente amazônico, foi Lohse quem que ilustrou o livro “Álbum de Aves Amazônicas“, editado por Goeldi em 1900, com as 48 sublimes pranchas com desenhos das 337 espécies de aves amazônicas catalogadas por Emílio Goeldi. Os originais, litografias aquareladas, estão no Museu de História Natural de Berna, na Suíça.

Impressas em metacrilato, no formato 65 cm x 45 cm, as 48 pranchas estão sendo agora apresentadas publicamente pela primeira vez na mostra “Fauna e Flora Brasileiras”.

Exposição 'Fauna e Flora Brasileiras' apresenta litografias com aves amazônicas
Créditos: Divulgação

Serviço – “Fauna e Flora Brasileiras”, exposição com 48 pranchas de aves amazônicas de Emílio Goeldi e 22 xilogravuras coloridas de Oswaldo Goeldi, tem abertura em 5 de Junho, sábado, no 2º Piso do Via Vale Garden Shopping – Av. Dom Pedro I 7181, bairro São Gonçalo, Taubaté, tel. (12) 3683-1000.

Visitação até 5 de Agosto, sábado – de segunda a sábado das 10 às 20 horas e aos domingo das 12 às 20 horas. A entrada é franca.

A exposição “Fauna e Flora Brasileiras” é uma realização da Associação Artística Cultural Oswaldo Goeldi e do Projeto Goeldi, com apoio do ProAC-Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, Lei Aldir Blanc, e do Via Vale Garden Shopping.

Jaqueline Gomes

Jaqueline Gomes

Jornalista graduada pela Universidade Nove de Julho, é especialista em Jornalismo Cultural, Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais. Trabalha na área de comunicação desde 2010. Fundadora do Site Acesso Cultural, sempre quis desenvolver um veículo onde pudesse noticiar o que acontece de novidade no meio do entretenimento cultural. Apaixonada por shows de rock, livros, filmes, séries e animais.

Facebook Instagram

Deixe uma resposta