Suíça brasileira: conheça 6 curiosidades sobre Campos do Jordão


Créditos: Divulgação


Quando pensamos em Campos do Jordão, o clima frio já vem à memória, certo? Com temperaturas baixas no inverno e amenas no verão, o município paulista, localizado na Serra da Mantiqueira, é um excelente destino para o ano todo.

O clima romântico e acolhedor da montanha, sua arquitetura inconfundível e peculiar, que revestem de charme cada canto da cidade, são só alguns dos inúmeros chamarizes que este pedaço de paraíso reserva aos seus visitantes. Querem conhecer outras curiosidades que fazem deste lugar tão único? Listamos seis. Confira abaixo!

Graciosidade em diferentes materiais
Já que mencionamos o estilo arquitetônico da cidade, por que não trazer uma primeira informação curiosa relacionada a isso? É que, apesar de se basearem nas construções típicas da Alemanha, as casas em enxaimel, construídas a partir do encaixe de diversas hastes de madeira, fogem do convencional em Campos do Jordão e ganham outros materiais como tijolos, blocos de taipa, barro e pedra. E o resultado é lindo, né?

Município mais alto do País
Se o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) falou, tá falado. Segundo informações do órgão público, Campos do Jordão tem uma altitude máxima de 1628 metros. Dá até pra subir o Pico do Itapeva e admirar 15 cidades da região do Vale do Paraíba, acredita? Informação extra: no topo, é possível encontrar o laboratório de pesquisa de raios cósmicos montado pela FAB (Força Aérea Brasileira).

Número um em música erudita
Anualmente, em julho, jordanenses e visitantes podem se reunir para ouvir o melhor da música clássica na cidade. Por lá, acontece o Festival de Inverno de Campos do Jordão, considerado o maior da América Latina. Nos dias de evento, é possível assistir a concertos gratuitos em lugares como a Praça da Vila Capivari e o Auditório Cláudio Santoro . O festival também é conhecido por seu programa pedagógico, que concede aulas e bolsas de estudos a jovens músicos.

Origem portuguesa
Apesar de inúmeros aspectos que nos remetam a países como Suíça ou Alemanha, Campos do Jordão foi fundada por um português, mais especificamente em 1874. Seu nome? Matheus da Costa Pinto.

Hotel mal-assombrado
Curte histórias assustadoras? Então, você já deve ter ouvido falar no hotel Mont Blanc, que fica no Alto do Capivari, bairro mais nobre da cidade. Em decorrência de uma má administração, o empreendimento foi abandonado – prato cheio para os moradores da região, que o consideram mal-assombrado. E aí, tem coragem de visitá-lo para garantir uma selfie?

Programas para todos os gostos e bolsos
Campos do Jordão também chama a atenção por contar com uma diversidade gigantesca de locais para visitar com tranquilidade. Inclusive, em breve a cidade irá abrigar um refúgio para que, em todas as estações do ano, seja possível encontrar descanso e conforto em um só lugar. Trata-se do Gran Paradiso Resort. Um empreendimento multipropriedade, em fase de construção, que promete oferecer experiências inesquecíveis aos seus parceiros. Seus apartamentos e bangalôs irão abrigar um conceito inédito, inspirado nos alpes italianos – puro charme e conforto para você e para toda a sua família poderem aproveitar esse refúgio quando quiserem.

A multipropriedade é um sistema de compra de imóveis onde você é o proprietário de uma parcela do imóvel, e pode ir em datas programadas nas suas férias, tudo isso pagando também apenas uma parcela do valor do imóvel, uma ideia genial não é mesmo?

Confira mais detalhes no Gran Paradiso Campos do Jordão!

Jaqueline Gomes

Jaqueline Gomes

Jornalista graduada pela Universidade Nove de Julho, é especialista em Jornalismo Cultural, Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais. Trabalha na área de comunicação desde 2010. Fundadora do Site Acesso Cultural, sempre quis desenvolver um veículo onde pudesse noticiar o que acontece de novidade no meio do entretenimento cultural. Apaixonada por shows de rock, livros, filmes, séries e animais.

Facebook Instagram

Deixe uma resposta