Dia das Crianças: 4 livros para incentivar o hábito da leitura


Créditos: Divulgação


Lutas entre dragões e príncipes, caldeirões com receitas malucas de uma bruxa de nariz verruguento, princesas em torres encantadas e o infalível “felizes para sempre” no final. Os elementos que fazem parte de todo bom conto de fadas também marcam o primeiro contato de muitas crianças com o universo dos livros. Tanto que o Dia das Crianças e o Dia Nacional da Leitura são comemorados em 12 de outubro. Mas você sabe como essas datas estão ligadas?

O Dia das Crianças, como o próprio nome diz, celebra os direitos das crianças e adolescentes, ajudando a conscientizar as pessoas sobre os cuidados necessários durante esta fase da vida. Já O Dia Nacional da Leitura tem o objetivo de incentivar a prática entre jovens e adultos, uma vez que a leitura é essencial para a formação do senso crítico, estimular a criatividade, imaginação e enriquecer o vocabulário.

O conto de fadas, em específico, é um dos gêneros literários que mais auxilia e faz parte da educação das crianças. Além de ter uma narrativa simples, incentiva o público infantil a imergir nas histórias. Os pequenos se sentem ainda mais à vontade e abertos para aquilo que estão aprendendo e é como se o livro, regado de fantasias, fosse um lugar seguro e esperançoso.

Confira a lista com sugestões para celebração não só das duas datas, mas da leitura como ferramenta formadora e transformadora.

Vida de… SEREIAS! – Lauro Avino 

Uma aventura no fundo do mar! Com a ajuda deste livro gigante, você vai conhecer essas lendárias criaturas que habitam as profundezas do mar e todo esse universo incrível. Você vai se divertir com um montão de jogos e atividades, pintar corais, encontrar pedras preciosas, fugir de monstros marinhos e percorrer labirintos e muito mais…! As sereias estão esperando por você, para uma descoberta sensacional!

O Mágico de Oz – L. Frank Baum 

O Mágico de Oz conta a história de Dorothy Gale, uma órfã que vivia com os tios numa fazenda do Kansas, nos Estados Unidos. Um dia, um ciclone arranca do chão a casa onde moravam. Os tios conseguem entrar no porão que usavam como abrigo para tempestades, mas Dorothy e seu cachorro, Totó, se atrasam e ficam na casa, que foi levada durante muito tempo pelos ares até chegar à Terra de Oz. Durante a caminhada, para tentar voltar para casa, ela encontra o Espantalho, o Homem de Lata e o Leão Covarde. Os três se juntam a Dorothy, pois também querem encontrar Oz e pedir algo para ele. A partir daí eles encaram perigos, vivem histórias fantásticas e aprendem a enfrentar os próprios medos.

Alice no país das maravilhas – Lewis Caroll

Um século e meio é a idade deste livro que, ainda hoje, todos nós amamos ler e reler. Alice no País das Maravilhas é um clássico atemporal, que vem, do século XIX até nossos dias, intrigando, encantando e emocionando leitores de todas as idades. Conta a história de Alice, menina que cai numa toca de coelho e vai parar num lugar fantástico, povoado por criaturas estranhas que lembram seres humanos. Nesse lugar, Alice enfrenta estranhas e absurdas aventuras, passa por situações incomuns, conhece seres extravagantes e vive tudo com naturalidade e muita, muita curiosidade.

Peter Pan – James Matthew Barrie

Estranhas folhas de árvore no chão do quarto das crianças, um menino vestido de folhas e de limo, que aparece subitamente…Bem que a intuição da senhora Darlin dizia que algo estava para acontecer. Logo, seus filhos estariam envolvidos numa incrível viagem à Terra do Nunca, onde os adultos não entram e de onde muitas crianças não voltam jamais!

Além dessas sugestões, a nova edição da Revista New Routes traz um artigo especial que explica a importância dos contos de fadas para as crianças. A Revista é uma publicação gratuita em formato impresso e digital, quadrimestral e destinada aos profissionais de idiomas, institutos, escolas, universidades e faculdades. Nela, é possível ter acesso aos artigos, pesquisas e entrevistas de grandes autores de livros voltados para o ensino de línguas, além de atividades elaboradas por profissionais renomados no mercado. A revista é produzida pela Disal, que é uma das maiores referências em materiais para ensino de idiomas no Brasil.

Rodrigo Bueno

Rodrigo Bueno

Fotógrafo formado pela Escola de Fotografia Foto Conceito, já cobriu cerca de 2 mil shows nacionais e internacionais, além de eventos exclusivos como coletivas de imprensa e pré-estreias. Também é Executivo de Negócios, Jornalista, Web Design, Criador e editor de conteúdo de redes sociais.

Facebook Instagram

Deixe uma resposta