Tradicional musical ‘Natal Mágico’ chega ao Teatro Claro SP


Créditos: Bianca Tatamiya


Há sete anos em cartaz e sempre aguardado com ansiedade por crianças e adultos para celebrar o clima das festas de fim de ano, o tradicional musical NATAL MÁGICO, dirigido por Billy Bond, chega a sua edição 2021 e leva sua magia para o Teatro Claro-SP, no Shopping Vila Olímpia. A temporada começa a partir de 6 de novembro, com sessões aos sábados e domingos às 16 horas. Na trama, um anjo sobrevoa o presépio para anunciar o nascimento do Menino Jesus, ao som da Ave Maria, de Bach/Gounod, uma das composições mais famosas e gravadas em latim. Enquanto floquinhos de neve caem do céu, outros seres alados cantam ao vivo. Para acentuar o aura de magia, a luz desenha no ar os personagens.

Cartinha de pedidos

Os atores cantam ao vivo no espetáculo que narra a saída do Papai Noel da Lapônia em um trenó para ir ao encontro de uma família no Brasil. Em cartinha ao Papai Noel, os irmãos Maria e José revelam seus desejos ao bom velhinho. A menina pede para conhecer as princesas de suas fábulas preferidas, enquanto o garoto gostaria de encontrar seus super-heróis. No desenrolar da história, Papai Noel realiza o sonho de ambos. A partir daí, uma série de quadros musicais leva os pequenos ao mundo encantado das princesas (e seus príncipes) A Bela Adormecida, Rapunzel, Branca de Neve, Cinderela e a rainha Elza e seu inseparável Olaf (Frozen), dos super-heróis Batman, Mulher Gato, Homem-Aranha, Super-Homem e O Incrível Hulk. As crianças também passearão pela misteriosa Fábrica de Brinquedos do Papai Noel e assistirão à clássica dança dos Papais Noéis espelhados em um encantador presépio ao vivo. Nesta trajetória eles participam, ainda, do baile das princesas e seguem o caminho dos Três Reis Magos até a manjedoura, vivenciando o espírito do Natal.

Créditos: Bianca Tatamiya

A encenação insere as crianças em aventuras por histórias clássicas e personagens que ganham vida em uma narrativa lúdica com Batman, Homem-Aranha e Super-Homem, entre outros super-heróis que irão lutar para salvar o mundo numa jornada eletrizante. “As crianças da plateia ficam loucas com a dança dos ursinhos, realizada com bonecos confeccionados em dois metros de altura, ao som do tema de O Quebra-Nozes, de Tchailovisky, e o presépio ao vivo“, conta Andrea Oliveira, diretora de produção. “A nova versão traz mais dinâmica à história com a proposta de levar a plateia a embarcar em aventuras hipnotizantes, embaladas por efeitos especiais”, diz Billy. O diretor e produtor revela que a partir dos anos 2000 sedimentou seu formato de encenar espetáculos musicais com total liberdade de criação. Italiano naturalizado argentino, o aclamado diretor é também responsável pela encenação de Mágico de Oz, Natal Mágico, Peter Pan, Cinderella, Os Miseráveis, Branca de Neve, After de Luge, Rent e Um Dia na Broadway, entre outros.

Efeitos especiais

A megaprodução conta com figurinos, cenários, máquinas e equipamentos multimídia que ocupam quatro carretas de 40 pés. Além disso, um painel de LED de altíssima definição, semelhante aos utilizados em grandes centros culturais de Nova York e Londres, é um dos recursos para compor o pano de fundo dessa época mágica e resgatar a esperança do Natal.

Créditos: Bianca Tatamiya

O espetáculo utiliza projeções em 3D, técnicas de ilusionismo e levitação, além de movimentos de cenário controlados por computadores. Dois projetores de última geração mapeiam e recortam desenhos e figuras no ar, criando um efeito mágico. “Nosso objetivo é dar um upgrade ao espetáculo teatral, mesclar cinema, teatro e show. Acredito que o teatro merece essa renovação tecnológica. E é mais uma maneira de interagir com o público, principalmente com as crianças”, completa o diretor Billy Bond.

Protocolos de higiene

Com atores de máscara o tempo todo, coreografias adaptadas ao protocolo de ações contra a Covid-19 e a realidade do cotidiano da pandemia inserida no espetáculo, tanto na encenação como no texto, o musical tem cenas e marcações que ressaltam a importância do uso do álcool gel e do distanciamento social. Quem garante a organização e atua comandando os bastidores para que tudo dê certo é Andrea Oliveira. “Para evitar que os atores retirem a máscara ao se maquiar no camarim, cada um faz seu make em casa e chega pronto ao teatro. Assim ninguém fica um minuto sem proteção”, conta, comentando sobre os novos procedimentos adotados na pandemia.

SERVIÇO

Espetáculo: NATAL MÁGICO, direção de Billy Bond
Estreia dia 6 de novembro
Teatro Claro São Paulo – R. Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo – SP, 04551-000
Gênero: Infantil/família. Classificação: Livre. Duração: aprox. 120 minutos
Horários: Sábado e domingo às 16h.
Capacidade: 549 lugares (60% da capacidade total).

Ingressos
Plateia central – R$ 220 (inteira) e R$ 110 (meia).
Plateia lateral – R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia).
Balcão nobre – R$ 180 (inteira) e R$ 90 (meia)
Balcão – R$ 150 (inteira) NE R$ 75 (meia).

Descontos:
50% de desconto cliente Claro Clube (limitado a 4 ingressos por sessão). Meia-entrada: estudantes, maiores de 60 anos, professores da rede pública, PCD.

Andréia Bueno

Andréia Bueno

Apaixonada pelas artes em geral, ama registrar cada instante, seja no trabalho ou durante viagens. Já realizou entrevistas com artistas nacionais e internacionais para o Acesso Cultural. Adora conhecer novos lugares e culturas, tendo viajado por 14 países entre o continente europeu, africano e americano.

Facebook Instagram

Deixe uma resposta