7 novelas de sucesso dirigidas por Jorge Fernando


Créditos: Divulgação


No domingo (27), o Brasil perdeu Jorge Fernando. Ator, diretor e uma das pessoas mais queridas do ramo, Jorge Fernando faleceu devido a uma parada cardíaca por conta de uma dissecação de aorta, aos 64 anos. Como ator, estreou na Rede Globo em 1978 no seriado Ciranda, Cirandinha. Com 34 novelas no currículo, Jorge Fernando assumiu a direção de trabalhos inesquecíveis. Estes nas quais, relembramos alguns agora.

Guerra dos Sexos (1983) e Remake (2012)
Fernanda Montenegro e Paulo Autran viviam os protagonistas Charlô e Otávio, primos que na adolescência tiveram um romance, mas que acabou se transformando em ódio. Anos depois eles se reencontram após a morte de um tio milionário, que deixa uma fortuna incalculável. Porém, para obter a herança eles precisam morar na mesma casa e trabalhar na mesma empresa. Vale relembrar a icônica cena em que os protagonistas fazem guerra de comida no café da manhã. Em 2012, Jorge Fernando também assumiu o remake da novela no horários das sete da Rede Globo.

Créditos: Divulgação

Cambalacho (1986)
Novela de Silvio de Abreu, foi uma das maiores audiências do horário das sete da emissora. A trama girava em torno de Leonarda Furtado (Fernanda Montenegro), a Naná, e Jerônimo Machado (Gianfrancesco Guarnieri), compadres que viviam de trambiques.

Créditos: Divulgação

Rainha da Sucata (1990)
Revelando a oposição entre os novos-ricos e a elite paulistana, a trama foca em duas personagens femininas: a emergente Maria do Carmo (Regina Duarte) e a socialite falida Laurinha Figueroa (Glória Menezes). A novela mesclava tramas dramáticas e tons de comédia.

Créditos: Divulgação/TV Globo

A Próxima Vítima (1995)
Sucesso de público, a novela trazia em seu enredo o gênero policial, muito suspense e romance. Ambientado em São Paulo, uma série de assassinatos movimentavam a trama, e o único indício era um Opala preto. O Brasil parou no capítulo em que o assassino foi revelado.

Créditos: TV Time

Chocolate Com Pimenta (2003)
Novela de Walcyr Carrasco, é considerada um dos maiores sucessos do horário das seis. Inspirado na opereta “A Viúva Alegre”, de Franz Lehár, a trama conta a história de Ana Francisca (Mariana Ximenes), moça ingênua que, após ser humilhada por toda a cidade, retorna anos depois, rica, e jurando vingança.

Créditos: Chocolate com Pimenta/GShow

Alma Gêmea (2005)
Com uma abordagem lúdica do espiritismo, a novela conta a história de amor marcada pela tragédia. Rafael (Eduardo Moscovis) perde de forma trágica Luna (Liliana Castro), sua esposa, que reencarna na Índia Serena (Priscila Fantin). Vinte anos depois, as almas gêmeas se reencontram.

Créditos: TV Globo/Renato Rocha Miranda

Êta Mundo Bom (2015)
Com uma forma de prestar homenagem ao ator Mazzaropi, a novela conta a história de Candinho (Sérgio Guizé), um caótica que desconhece a identidade dos pais e tem que lidar com a indiferença de Cunegundes (Elizabeth Savalla), a matriarca da família. Sem nunca perder a fé na vida, o personagem, apaixonado por Filó (Débora Nascimento), sai em busca de encontrar sua mãe biológica.

Créditos: Globo/Reprodução

Essas são só algumas de tantos trabalhos memoráveis dirigidos por Jorge Fernando. Seu trabalho visceral e sua alegria de viver ficarão para sempre na lembrança dos brasileiros. Fará muita falta!

Leina Mara

Leina Mara

Formada em Letras na Universidade Federal do Ceará, apaixonada por cultura italiana, tv, teatro e música. Valoriza as pequenas coisas, momentos com os amigos e sonha em viajar pelo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *